Especialista 22/04/20

Tudo o que você precisa saber para montar a sua adega

Para os apreciadores de vinho, há sempre o desejo de adquirir e montar a própria adega. Alguns pontos devem ser levados em consideração, antes da decisão de qual o modelo ideal: o tamanho do espaço que você tem disponível para criar esse ambiente dedicado aos vinhos e os tipos de adegas que existem.

Adega passiva: sabe aquelas adegas que imitam o ambiente de uma caverna, construída no subsolo? Essa é a adega passiva, chamada dessa forma, pois não utiliza nenhuma tecnologia, somente o próprio ambiente, para manter a temperatura ideal. Essa adega é interessante para quem possui um espaço para construí-la e pode contar com empresas de design especializadas em adegas.

Adega termoelétrica: essa é uma adega climatizada, que utiliza uma placa de cerâmica interior para absorver o calor de dentro dela e, depois, mandá-lo para fora. Geralmente, esse modelo é silencioso, porém pouco indicado para locais de climas elevados, pois gasta muita energia para manter a temperatura interna sempre no mesmo nível.

Adega com compressor: o mais moderno tipo de adegas utiliza a eletricidade para resfriar o interior dela, mantendo a temperatura ideal para a conservação dos vinhos. Ela é ideal para lugares de clima elevado, mas pode ser um pouco mais barulhenta do que as termoelétricas.

E aí? Já escolheu a sua? Depois de escolher, só falta abastecer a adega! Então, aproveite e conheça os nossos rótulos.