Vinhos de Terroir: Tudo que você precisa saber - Qualimpor

Vinhos de Terroir: Tudo que você precisa saber

Vinhos de terroir, soa familiar? Você já deve ter ouvido falar nesta expressão ou simplesmente no termo, terroir. Mas sabe o que ela significa? E no que ela influencia na produção de vinhos? É um termo em francês, bastante utilizado e que tem grande importância no mundo do vinho.

Segundo a Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV), terroir significa:

“Conceito que remete a um espaço no qual está se desenvolvendo um conhecimento coletivo das interações entre o ambiente físico e biológico e as práticas enológicas aplicadas, proporcionando características distintas aos produtos originários deste espaço.”

Mas podemos simplificar para “relação entre o solo e o micro-clima particular, que concebe o nascimento de um tipo de uva, que expressa livremente sua qualidade, tipicidade e identidade em um grande vinho, sem que ninguém consiga explicar o porquê”, segundo o guia Larousse.

Falar de terroir engloba diversos componentes, como: topografia, geologia, drenagem, clima, microclima, castas, intervenção humana, cultura, história, tradição. E que somados resultam em diferentes tipos de vinho, cada com suas características que representam diretamente o terroir em que foram concebidos.

A Quinta dos Murças, por exemplo, que é o projeto de vinhos da Herdade do Esporão na região do Douro, possui 8 terroirs diferentes que são contemplados com uma rara geografia do vale, um clima particular que tem influência do rio Douro, solos com diversas exposições proporcionadas pela orografia, e enriquecido com dezenas de uvas nativas.

E como exemplos de vinhos de terroir, podemos citar os vinhos produzidos pela Quinta dos Murças: Minas, Margem, Reserva e VV47. O vinho Minas, é produzido com vinhas plantadas numa encosta entre 110 e 300 metros de altitude. São mais expostas ao sol e produzem vinhos com maior concentração. Nestas encostas há várias minas de água que refrescam o ambiente e permite um maior equilíbrio de maturação e frescura do vinho.

Já o Quinta dos Murças Reserva, nasce de vinhas velhas da Quinta, que ficam de 150m a 280m de altitude. É um vinho firme e concentrado, de acidez equilibrada e com taninos maduros, onde o terroir é responsável por dar origem a vinhos elegantes e com potencial de envelhecimento.

E aí, gostou de saber mais sobre vinhos de terroir? Quer conhecer outros rótulos da Quinta dos Murças? Só clicar aqui.