Private Selection Branco 2019: primeira colheita com certificação orgânica
Vinhos 29/07/21

Private Selection Branco 2019: primeira colheita com certificação orgânica

A história do Private Selection começou em 1992, a Herdade do Esporão produzia dois vinhos com grande qualidade: o Esporão Reserva e o Garrafeira Tinto. Na época, o Garrafeira era um vinho de qualidade superior, e apesar de ser feito a partir das melhores barricas de lote de Reserva, as suas características não correspondiam a imagem passada.

Em 2000, após alterações feitas nas vinhas e na produção do vinho, o nome foi alterado para Private Selection, pois chegou-se a conclusão de que era um vinho especial, exclusivo, com qualidade e feito através de uma seleção especial, e que auxiliaria também na venda para os mercados de exportação.

Já o Private Selection branco, lançado em 2001, tem uma história especial. Ele é produzido com a casta Semillón, levada ao Alentejo pelo enólogo David Baverstock.  A uva se adaptou muito bem ao clima da região e suas primeiras colheitas fizeram grande sucesso no Brasil, onde o público via neste branco “quase um tinto”.

Toda sua história resulta hoje em um vinho singular entre os brancos do Alentejo. A safra 2019 já está disponível no Brasil e é a primeira colheita deste vinho com certificação orgânica. Um vinho alentejano rico, com textura, profundidade e identidade.

private-selection-branco

“As uvas deste vinho nascem numa vinha plantada em 1996 numa meia encosta virada a nordeste, nos solos profundos de origem granítica e onde predomina a argila da Herdade dos Perdigões. Estas vinhas, com produções muito baixas, reúnem condições ideais para fazer vinhos de qualidade excecional e diferenciadora. Aqui, a casta Semillón marca o início da vindima, pois todos os anos é a primeira vinha a atingir a maturação. Em 2019 não foi exceção, com a colheita a ser feita no dia 12 de agosto, após um período de maturação com temperaturas amenas e constantes. Estas uvas são vinificadas de modo diferenciador. A fermentação e posterior estágio, acompanhado de battonage em barricas do 2 º e 3º anos de formatos maiores, potenciam a textura e a profundidade do carácter complexo e rico, mas ainda assim elegante e único deste vinho e desta colheita”, refere a enóloga Sandra Alves.

Depois do estágio de cerca de 6 meses em barrica de carvalho francês, o vinho permanece mais 6 meses em garrafa, permitindo uma maturação controlada que contribui para o seu perfil complexo, profundo e distinto.

Com rótulo ilustrado pela fotógrafa Anne Geene, o Esporão Private Selection Branco 2019 tem aromas de ameixa branca e limão maduro, amêndoa fresca, especiarias e chocolate branco. Na boca, a fruta de polpa branca sobressai e é complementada com pimenta fresca e noz-moscada. É um vinho intenso e tem um final elegante e persistente.